Perante a evolução você é um ocidental mimado?

20:02:00 Administrador 0 Comments


Nós que vivemos no ocidente geralmente não observamos a evolução da consciência do mesmo modo como é tratado no oriente. Ao invés de aproveitar as potencialidades orientais e seus diversos aspectos qualitativos muitos agem de modo arrogante e prepotente perante diversas questões evolutivas prioritárias. Esse texto pretende levantar diversos pontos para que você responda para si mesmo: perante a evolução sou um ocidental mimado?

Em primeiro lugar é importante esclarecer que uma pessoa mimada é aquela mal acostumada que sabe exigir e reclamar de “barriga cheia” porque foi estragada numa educação ou convivência geralmente superprotetora. Uma característica do mimado é ter tudo de “mão beijada” e ainda se queixar quando algo não sai igual a sua vontade. Os ocidentais mimados por vezes reclamam quando as informações não chegam mastigadas ou quando tem que se esforçar para entender algo. “Não tem um resumo”, alguns dizem.

Quem é acostumado a ter tudo de “mão beijada” quer receber todas as informações sintéticas de como evoluir, ganhar “receitas de bolo” para desenvolver o parapsiquismo e ter desassédios imediatos e sem maiores problemas. É como levar alguém na academia de musculação e ainda ter que ajudá-lo a levantar os pesos. Certas pessoas não entendem o tempo das coisas e de si próprio por estar acostumado com tudo do seu jeito e sem reflexões mais profundas. Para alguns, o ideal seria se tornar o ser mais evoluído que se conhece (na Conscienciologia chamado de Serenão) já na próxima vida.

Muitos se queixam que o Universo não se esforça o suficiente para fazê-los felizes. Aliás, quando se dão conta da insanidade desse pensamento normalmente sentem que “perderam o chão”. O Universo não se esforça o suficiente? Essa é a ideia típica do mimado evolutivo que quer as soluções de modo espontâneo e automático. Não raro muitos simplesmente “esperam sentados” as mudanças que devem vir de dentro apenas pedindo para Deus ou em orações rotineiras. Há também indivíduos que reclamam dos amparadores que não se apresentam dizendo quais as suas missões de vida.

Quem é mimado perante a evolução tem preguiça de “correr atrás” e quase sempre escolhe, ainda que inconscientemente, o caminho mais fácil. Quem evolui é aquele que escolheu, com certa dose de vontade e coragem, sair da zona de conforto que em nada ajuda nas relações. A preguiça é só mais uma forma de esperar que alguém ou alguma entidade divina (ou ser evoluído) faça a sua parte por piedade de seu estado letárgico. Seres evoluídos de verdade não “pescam o peixe” que cabe somente a você que já “sabe pescar”.

Por isso, personalidades mimadas evolutivas preferem o que é mais fácil e superficial ao invés do melhor e mais demorado. Assim seguem uma vida de moleza buscando linhas do conhecimento que vendam mais facilidades e confortos em detrimento de treinamentos contínuos e cansativos. Afinal, quem não quer evoluir no “ar condicionado”? Se você tem técnicas, métodos e conceitos capazes de alavancar seu estado e não as usa saiba que ninguém irá “pegar na sua mão” e mimá-lo ainda mais para que alcance seus propostos pessoais. Todo mimado é resmungão?

O ocidental mimado clássico é aquele que ainda desdenha da disciplina e do esforço oriental como se esse fosse um ignorante. Ridicularizar quem vai mais lento, ainda que constantemente, é próprio dos fracos de ética e baixa consciencialidade por se julgarem superiores aos conceitos “velhos” e milenares. Como nós ocidentais vivemos na era da instantaneidade onde tudo é rápido na velocidade dos cliques, a paciência e a dedicação a algo parecem mesmo coisas de outro mundo.

A primeira providência para sair desse nível de mediocridade mental é para de reclamar, de se queixar ou pensar mal do que não é do seu jeito.


Este texto traz apenas informações básicas.
Estude! Se aprofunde mais no assunto!
E não acredite em nada. Experimente!

Por Alexandre Pereira.
www.dimensaomental.com.br


** Não entendeu alguma palavra? - GLOSSÁRIO.


0 comentários: